Compartilhe

Photo by Chris Benson on Unsplash

Nos últimos anos, tenho acompanhado as discussões de Sustentabilidade com um certo desgosto. Desgosto porque são apenas discussões. Desgosto porque têm muito ego e pouca ação. Desgosto porque falta voltar às bases: o cuidado, o olhar para o outro, a empatia.

Será que esquecemos o que aprendemos com os que nos antecederam? Ou será talvez que estas lições nem chegaram a nós?

Passando os olhos nos meus livros, algumas vozes ecoam forte: James Lovelock, Leonardo Boff, Rachel Carson, Yunus.

Precisamos voltar às bases. Para muito além da sustentabilidade corporativa, por que começamos a trabalhar com isso mesmo? Ah sim, pela sustentabilidade global.

Se você nunca leu e trabalha com Sustentabilidade, indico urgentemente a leitura dos 10 livros a seguir. São o básico que todo profissional que trabalha pelo desenvolvimento sustentável deve conhecer. Se já leu, quem sabe não vale a e pena uma releitura, para trazer inspiração, motivação e garra para continuar?

Para não ficarmos apenas na discussão e irmos para a ação, clicando nos títulos você encontra informações específicas sobre o livro para conhecê-lo em detalhes e, quem sabe, já iniciar a sua leitura.

1.      Primavera Silenciosa (Rachel Carson) – Muito se fala neste livro, mas quem realmente o leu? Na época da faculdade em 2001 era impossível encontrá-lo, exceto em cópias de cópias surradas e que mal permitiam a leitura. Nos últimos anos, ele finalmente voltou a estar acessível, mesmo que difícil de encontrar. Livro inspirador, que marca o início da luta de quem acredita que um outro mundo não só é possível, mas urgente. “Com este livro, e depoimentos, Carson assegurou que um dos direitos humanos mais básicos deveria ser o direito de estar protegido em seu lar contra a intrusão de venenos aplicados por outras pessoas e nos deixou um legado que tanto abraça o futuro da vida quanto ampara o espírito humano”. Básico do básico.

2.      Cradle to cradle: Criar e reciclar ilimitadamente (Michael Braungart e William McDonough) – Na época o conceito foi inovador, hoje em dia, no entanto, ainda é pouco aplicado ou aplicado de uma forma errônea. Vale a pena ir direto na fonte para entender de uma vez por todas o conceito de “berço ao berço” e causar um impacto real na gestão de resíduos. Com uma visão empolgante e muitas vezes bem humorada, Michael e William apresentam seu manifesto corajoso, prático e extremamente positivo para a problemática dos resíduos. Livro traduzido para dezenas de idiomas e que consta em várias das listas dos mais indicados de sustentabilidade, entre elas da WiseEarth e da Universidade de Cambridge.

3.      Gaia: Cura para um planeta doente (James Lovelock) – Com muita sensibilidade, James Lovelock lança neste livro de repercussão mundial sua teoria de que a Terra é um superorganismo vivo. Teoria esta que influenciou gerações de profissionais que trabalham pelo desenvolvimento sustentável, embora muitos deles não tenham tido acesso à teoria direto na fonte. Livro essencial para voltar às raízes, resgatando a importância do respeito e cuidado com este raro planeta que gera e possibilita a vida.

4.      O banqueiro dos pobres (Muhammad Yunnus) – Outro livro que consta nas principais listas mundiais dos essenciais de sustentabilidade. Considerando o batido tripé economia-meio ambiente-sociedade, é comum profissionais da área caírem na tentação de focar exclusivamente na questão ambiental e se esquecer do resto. Yunus é aquela voz que nos relembra da importância dos outros dois fatores da equação e, mais do que isso, mostra o caminho para fazê-la dar certo.

5.      Canibais com Garfo e Faca (John Elkington) – E por falar em Triple Bottom Line, este foi “o cara” que cunhou o termo. Então, esqueça o que falam por aí e vá direto na fonte que revolucionou a maneira com que trabalhamos com sustentabilidade até os dias de hoje, nas empresas, no terceiro setor e nos governos. Nesta edição especial você ainda encontra um prefácio dedicado ao Brasil. Imperdível!

6.      The Natural Step: A História De Uma Revolução Silenciosa (Karl-Henrik Robert) – Este livro fundamental mostra como iniciou-se uma silenciosa revolução na Suécia (ah, sempre estes países nórdicos) que se espalhou para o mundo todo, apontando uma nova forma de vermos e agirmos em relação à sustentabilidade social e ecológica. Este é o livro essencial para entender o conceito de onde partimos, e saber para onde ele aponta realmente, para corrigirmos a rota.

7.      O Verde que Vale Ouro (Daniel C. Esty e Andrew S. Winston) – Este livro não apenas todo profissional de sustentabilidade que se preze deveria conhecer, mas todo executivo. A ideia por traz deste livro é mostrar na prática como as empresas geram valor duradouro e inovações ao incluir a questão ambiental em sua estratégia de negócios. Baseado em centenas de entrevistas com lideranças corporativas do mundo todo, Daniel e Andrew indicam o caminho de forma direta e prática para conciliar o econômico ao ambiental.

8.      O Outro lado do Meio Ambiente (Ávila Coimbra) – Não vou deixar de fora os brasileiros que não constam nas listas internacionais, mas sem dúvidas deveriam! Neste livro, Ávila Coimbra, filósofo e sociólogo que tive a honra de ser aluna, faz um verdadeira jornada desde os entendimentos mais básicos de meio ambiente (que todo mundo jura que sabe, mas não sabe), passando pela relação entre meio ambiente e qualidade de vida, como nos relacionamos com a natureza até como reconstruir nossa visão e relacionamento com o meio ambiente. Ler este livro é, realmente, como estar de volta naquela sala de aula, ouvindo de maneira leve e instigante mais de 50 anos de sólida e insubstituível experiência. Este cara faz falta.

9.      Muito além da Economia Verde (Ricardo Abramovay) – Outro brasileiro que fez uma contribuição fundamental, desmanchando sem dó clichês e hipocrisias com muitos dados e fundamentos precisos, desenvolvendo uma análise crítica essencial e atualíssima sobre a Economia. Crucial para este momento de encruzilhada que estamos enfrentando. Essencial para entendermos como será a nova Economia.

10.  A opção Terra – A solução para a Terra não cai do céu (Leonardo Boff) – Não minto, Leonardo Boff é um dos meus autores preferidos. O respeito demais, como profissional, mas especialmente, como ser humano. Com doutorado em Teologia e Filosofia na Alemanha, este é o cara que me ensinou o valor do cuidado, da empatia e da compaixão, tratando destes temas sem melindres, em voz alta e com uma imensa coragem. Fundamental para qualquer um que quer ampliar sua visão de mundo, causar um impacto positivo efetivo e deixar um legado que fará a diferença para os que vierem depois de nós.

Espero ter dado aqui a minha humilde contribuição. Se você tiver algum livro essencial para indicar, convido você a colocar aqui nos comentários para compartilharmos mais e mais conhecimento com a nossa rede.

Um grande abraço!

Juliana Zellauy Feres – Palestrante e Consultora de Sustentabilidade Sênior – https://www.simplesmenteseja.com.br/ 

 

10 livros essenciais para quem trabalha com Sustentabilidade

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *